Print Friendly and PDF

sábado, 16 de junho de 2012

Sequência Didática Prática de leitura na EJA

Objetivos
- Ampliar o repertório literário.
- Trocar opiniões sobre a leitura.
- Acionar estratégias que permitam descobrir o que está escrito e onde.

Conteúdos
- Leitura de texto poético.
- Sistema de escrita.

Anos
1º e 2º.

Tempo estimado
Dez aulas.

Material necessário
Cartões, lápis e cópias da poesia Das Pedras, de Cora Coralina, publicado em Meu Livro de Cordel.

Desenvolvimento 
1ª etapa
Apresente a autora Cora Coralina aos alunos. Conte a eles que ela teve uma vida marcada por dificuldades comuns a muitas mulheres: viveu presa aos afazeres domésticos e com pouco dinheiro. Casou-se com alguém que não gostava que ela se ocupasse com atividades que lhe dessem evidência. Relate que Cora sempre gostou de escrever, mas só muito tarde foi estimulada a publicar suas produções.

2ª etapa
Transcreva o poema Das Pedras no quadro e leia em voz alta para a turma, apontando cada palavra e verso. Repita a leitura mais de uma vez, usando a mesma estratégia para que todos possam entrar em contato com o texto. No fim, pergunte o que mais chamou atenção e que ideias estão presentes no material. Faça uma lista com as palavras relacionadas ao que for dito pelos estudantes e convide-os a escrever nos cartões a palavra que resume a principal ideia ou sentimento do texto. Exponha-as no mural da sala.

3ª etapa
Repita a leitura e convide o grupo a pensar se o que foi colocado na lista é pertinente ou não e se é necessário acrescentar outras palavras.

4ª etapa
Divida os alunos em duplas e distribua uma cópia do texto para cada uma delas. A tarefa é encontrar e grifar as palavras que já se sabe ler, inclusive o termo pedra, que aparece muitas vezes. Peça que eles expliquem como fizeram para encontrá-lo.

5ª etapa
Leia este verso em voz alta: "Ajuntei todas as pedras que vieram sobre mim" e pergunte à turma a que pedras Cora Coralina pode estar se referindo. Anote as respostas em uma lista e amplie a discussão para formar outra, com respostas a questões como: quais as pedras que costumam cair sobre os velhos? E sobre os brasileiros?

6ª etapa
Sugira que os alunos escrevam a palavra pedra e a associem à sua experiência de vida. No caso de alunos que ainda não escrevem, aja como um escriba. Lembre-os de que associar uma palavra a seus significados é uma descoberta importante para quem está aprendendo a língua escrita.

Avaliação
Releia o poema e pergunte ao grupo o que mudou na compreensão do texto depois das atividades. Analise a coerência entre as respostas e as perguntas que foram feitas durante todo o trabalho e as mudanças efetivas entre a leitura inicial e a final.

Fonte pesquisada: Revista Nova Escola
Disponível em:  http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/pratica-leitura-eja-repertorio-literario-511982.shtml

----------------------------------------------------------------------------
Gostou? Pode se interesar pelos links abaixo:

Sequência Didática: Escrita coletiva na EJA

 Disponível em:http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/escrita-coletiva-eja-linguagem-oral-carta-coletiva-512021.shtml

---------------------------------------------------------------------------- 

Educação de Jovens e Adultos

Para você que quer se preparar melhor e saber mais sobre a EJA, organizamos vídeos, reportagens e planos de aula elaborados para alunos que não podem ser tratados como crianças crescidas. Boa leitura! 

Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/eja/ 

 ------------------------------------------------------------------------------
 Paulo Freire, o mentor da educação para a consciência

O mais célebre educador brasileiro, autor da pedagogia do oprimido, defendia como objetivo da escola ensinar o aluno a "ler o mundo" para poder transformá-lo 

Disponível em:http://revistaescola.abril.com.br/historia/pratica-pedagogica/mentor-educacao-consciencia-423220.shtml?utm_source=redesabril_fvc&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_novaescola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante!
Obrigada pela visita - Cristiane Reis